• APOINME OFICIAL

Semana da Resistência e Consciência Indígena



Em tempos de isolamento social por conta da pandemia do coronavírus, e por isso esse ano não vamos ter o nosso Acampamento Terra Livre 2020, sendo assim a APOINME decidiu realizar a e, através de live de 26 a 30 de abril, pelo canal no YouTube Apoinme Oficial e Facebook Apoinme Brasil, iremos promover palestras e debates pertinentes aos povos indígenascomo terra e território, saúde, educação, mulher indígena, juventude indígena, atual cenário da politica nacional voltada aos povos indígenas e sobre a pandemia entre outros assuntos, após as discussões iremos também promover as live culturais com apresentações culturais e musicais de artistas indígenas e não indígenas.


26 de Abril, Direitos indígenas, práticas culturais, movimento indígena, gestão e sustentabilidade dos territórios, questões ambientais.







27 de Abril, Conhecimentos e medicina dos tradicional, ameaças à saúde indígena, saúde mental dos povos indígenas, demandas indígenas em época de pandemia; saúde dos indígenas fora das aldeias.






28 de Abril, Formação acadêmica, práticas interculturais, permanência nas universidades, escola e identidade.








29 de abril, quarta-feira, a partir das 16h tem a live, MULHERES INDÍGENAS;O protagonismo das mulheres indígenas nos diferentes espaços de decisões políticas, violência contra as mulheres indígenas, machismo/patriarcado, mulheres lideranças e hipersexualização da mulher indígena. Participação de Dorinha Pankara, Elizângela Pankararu, Julieta Paredes Carvajal Aymara, Ayruma Tuxa, Ângela Kaxuyana e Graciela Guarani na mediação.



30 de Abril, A juventude indígena na luta pelo fortalecimento identitário e o diálogo acerca da diversidade sexual nos território. Protagonismo da juventude, profissionalização, formação de lideranças, perspectiva de vida comunitária, espaços de articulações da juventude, sexualidade indígena, preconceito, saúde mental, avanços e enfretamentos.

1 visualização

Diagramação e Designer do Site @Alexandre Pankararu e @Graci Guarani