• APOINME OFICIAL

Reunião de Fortalecimento institucional

Na tarde dessa segunda feira dia 27 de Janeiro, foi dado início a reunião de fortalecimento institucional da APOINME, que está sendo realizado na aldeia Mata da Cafurna, terra indígena Xukuru Kariri Xokó, município de Palmeira dos Índios-AL. Esse encontro conta com a participação de mais de 50 lideranças indígenas e coordenadores de micro regional da APOINME, nesse primeiro dia de reunião, teve como foco a história de lutas e conquista da instituição APOINME, onde os participantes contaram suas experiências na instituição e, homenagearam com muita emoção a matriarca da APOINME Maninha Xukuru Kariri, que para todos foi uma grande guerreira. Antônio Celestino, pai da finada Maninha, foi o ponto focal desse primeiro dia, onde ele relatou suas lembranças sobre a criação da instituição e, também à luta, desafios e vitórias de sua filha. No demais essa tarde do dia 27 de janeiro, será um ponto histórico para o movimento social indígena.

É assim a reunião vai seguir até o dia 29, unindo o passado no presente, pra projetar o futuro.


No segundo dia de reunião de Fortalecimento Institucional da APOINME que está sendo realizado na aldeia Mata da Cafurna, TI Xukuru Kariri, Palmeira dos Índios-AL, foi iniciado com toré e contou com a participação de todos os presentes. Na sequência, partindo das falas do primeiro dia sobre a APOINME, os participantes se dividiram em 4 grupos de trabalhos para discutir os seguintes temas potencialidades, fraquezas, ameaças externas e oportunidades, tudo relacionado a APOINME. As apresentações se deram início ainda na parte da manhã e se encerraram a tarde, onde foi muito citado entre os grupos a questões sobre igualdade de gênero e futuras parcerias. Esse segundo dia foi mais um momento memorável para a instituição, onde vários erros e acertos foram identificados, com certa avaliações muito importante para que a APOINME, siga sua trajetória mais fortalecida.


O terceiro e último dia da reunião de fortalecimento institucional da APOINME e, como já é cultural foi iniciado com um grande toré com todos os participantes. Em seguida, se deu início a reunião com uma pergunta aos participantes: "O que queremos para a APOINME?". Essa pergunta trouxe relatos maravilhosos e repostas reflexivas como igualdade de gênero, união, força e resistência para a instituição. Logo após, os participantes se dividiram em quatro grupos de trabalhos para discutirem os seguintes temas: visão, missão, valores e estratégias para a APOINME. Os quatro grupos fizeram excelentes apresentações visando o futuro da APOINME e sua importância para o movimento social indígena do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo. Para finalizar esse últimos dia de reunião, os participantes traçaram ações e metas para as 9 microregionais da APOINME com o intuído de politizar e fortalecer as bases de seus povos.

Essa reunião de fato foi mais um ato histórico para a instituição, deixando na memória de todos os participantes o rico trabalho apresentado. Sobre as demandas, são compromissos firmados entre os povos e para os povos indígenas da área de abrangência da APOINME.


1 visualização

Diagramação e Designer do Site @Alexandre Pankararu e @Graci Guarani