• APOINME OFICIAL

In memória a Seu Pedro Alcântara do povo Tupinambá de Olivença



“ Cada guardião do saber quando se encanta, é um livro vivo que se fecha. Mais para nós povo tupinambá, quando balançamos o maracá, entoamos nosso canto, aqueles que se foram se faz presente, é uma força encantada. ” Com muita tristeza o nosso ancião Seu Pedro deixou esse mundo aos 89 anos, uma vítima desse novo inimigo que está assolando o mundo, o COVID 19. Nascido e criado no território indígena Tupinambá de Olivença, na comunidade Acuípe do meio II, grande ciência com a terra, viúvo muito cedo, criou seus filhos tirando o sustento do plantio da piaçava, da mandioca. Respeitado e amado por todos seu Pedro Alcântara, nos deixa seus ensinamentos e saberes em nossas memórias. Relato da Sua neta Daniela Ferreira: Meu avô foi um homem muito íntegro amado na sua comunidade, e nos deixou muitos saberes, só tenho a agradecer.

Pedro Alcântara Ferreira dos Santos Pelas lembranças, momentos bons que vivemos juntos, dos conselhos, que “não podia tomar café e tomar banho”, incentivo para estudar, adquirir outros conhecimentos para fortalecer o nosso povo. Ele deixou um legado para a gente, para continuar, mostrar que ele está vivo dentro dos nossos corações, lembranças sempre serão permanecidas a cada minuto da nossa vida, tenho muito orgulho do meu avô. Deixamos em nós povo tupinambá de Olivença a nossa eterna saudade e gratidão, a esse guerreiro que tanto contribuiu na luta do seu povo. Por Juliana Santana (Amanayara Tupinambá)

1 visualização

Diagramação e Designer do Site @Alexandre Pankararu e @Graci Guarani