• APOINME OFICIAL

Defesa das universidades públicas

A liderança indígena Poran Potiguara, nesta terça-feira (15/10), participou do debate sobre a

, institutos federais e os CNPQ, na Câmara dos deputados. Poran representou a Associação dos Acadêmicos Indígenas da Universidade de Brasília (AAIUnB) e discursou em defesa da continuidade da presença indígena no ensino superior. A liderança também ponderou que ao sair de suas respectivas comunidades, os estudantes indígenas devem resistir ao choque cultural. “Temos que nos deslocar de nossas comunidades para estudar nas capitais, temos que nos adaptar ao choque cultural que é viver na cidade e na universidade e nem por isso deixamos de fazer pesquisa”, disse Poran. O estudante de engenharia florestal também fez um pedido à Casa para que desapensasse o PL3375/2015. O projeto trata da Bolsa Permanência para estudantes indígenas e quilombolas das instituições federais de ensino. “As nossas bolsas estão ameaçadas, o programa do MEC está ameaçado e com isso mais de dez mil estudantes indígenas nas Universidades e Institutos Federais”, concluiu Poran. Matéria feita por Fernanda Soraggi



0 visualização

Diagramação e Designer do Site @Alexandre Pankararu e @Graci Guarani